• Tromilux

A influência da luz no seu sono

A iluminação é o fator externo que afeta o sono de forma mais significativa. Embora a maioria das pessoas saiba intuitivamente que é mais fácil dormir quando está escuro, a ligação entre a luz e o sono é ainda mais profunda do que isso. Descubra mais hoje!



Conseguir a quantidade e a qualidade certa de sono dita a nossa saúde, tanto a curto como a longo prazo. Dormir bem ajuda a:

  • Reparar o cérebro e o corpo

  • Permitir a recuperação muscular

  • Combater doenças e condições crónicas

  • Promover um bom humor

A luz tem um efeito profundo no nosso sono. A exposição à luz no início do dia estimula o nosso corpo e a mente, promovendo a sensação de vigília, o estado de alerta e a energia necessária para começarmos o nosso dia. Já a ausência de luz envia ao corpo a mensagem de que é hora de descansar.



A exposição à luz durante a noite estimula o mesmo estado de alerta que durante o dia, o que pode ser um sério impedimento de um sono saudável e revigorante, ao dificultar o adormecer e ao promover despertares frequentes e prolongados durante a noite. Quando somos expostos à luz à noite, o ritmo circadiano do nosso corpo é alterado. Consequentemente, o nosso cérebro produz menos melatonina, que é conhecida como a hormona do sono.


A melatonina ajuda a iniciar os preparativos fisiológicos do corpo para o sono: os músculos começam a relaxar, a sensação de sonolência aumenta e a temperatura corporal cai. Os níveis de melatonina aumentam naturalmente com o cair da noite e continuam a subir durante a maior parte da noite, atingindo o pico por volta das 3 da manhã. Os níveis de melatonina caem durante o início da manhã e permanecem baixos durante grande parte do dia. A exposição à luz durante a noite inibe o aumento natural da melatonina, o que retarda o início da transição do corpo para o sono e o próprio sono, tornando mais difícil conseguir dormir.


Isto é especialmente significativo atualmente com a utilização, por vezes excessiva, de aparelhos eletrónicos como televisões, smartphones e tablets durante a noite. Estes aparelhos emitem uma luz azul, que por sua vez é considerada um dos maiores supressores de melatonina.



A falta de sono profundo devido à exposição à luz foi associada aos seguintes efeitos colaterais:


Depressão

Dormir com as luzes acesas tem sido associado à depressão e acredita-se que luz azul proveniente dos nossos dispositivos eletrónicos pode ter um mau efeito no humor. Por outro lado, a falta de sono, como todos sabemos, também pode causar mau humor e uma maior irritabilidade.


Obesidade

Um estudo com mulheres descobriu que a obesidade era mais frequente naquelas que dormiam com a televisão ou com a luz acesa. Estudos mostraram que quanto menos se dorme, mais comida se ingere no dia seguinte.


Acidentes

Não dormir com qualidade suficiente deixa-nos menos alerta no dia seguinte, o que pode ser especialmente perigoso durante a condução de um carro ou durante a operação de qualquer outro tipo de máquina. No caso dos adultos mais velhos, um noite mal dormida também podem deixa-los mais propensos a quedas.


Maior risco de doenças crónicas

Se a iluminação interferir no seu sono a longo prazo, pode correr um maior risco de contrair algumas doenças crónicas, incluindo a hipertensão, doenças cardíacas e diabetes tipo 2, etc.




Já tinha conhecimento da influência que a iluminação tem no seu sono?

Na próxima semana vamos apresentar maneiras de melhorar a sua iluminação, para potenciar o seu sono e descanso. Não vai querer perder!


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo