• Tromilux

Como reciclar corretamente uma lâmpada?

Tem uma lâmpada fundida em casa e não tem a certeza como desfazer-se dela em segurança? Então o artigo desta semana é para si! Descubra como deve livrar-se das suas lâmpadas avariadas assegurando a segurança do meio ambiente e dos que o rodeiam.



Achava que podia colocar as suas lâmpadas no ecoponto verde ou no caixote do lixo comum? Então tenho más notícias para si! Saiba que nunca deve colocar lâmpadas na sua reciclagem ou no seu lixo doméstico.


As lâmpadas contêm substâncias perigosas para o ambiente e saúde pública, pelo que ao colocá-las no contentor do lixo ou no ecoponto verde, estas certamente irão partir-se e libertar essas substâncias, como o mercúrio.


Para além disso, quase todas as lâmpadas podem ser recicladas, quando tratadas corretamente, uma vez que são compostas por 90% de vidro que pode ser utilizado na produção de novas lâmpadas ou para aplicações na construção civil.


Mas então coloca-se a questão de como fazer para reciclar uma lâmpada corretamente?


É aqui que entram a Electrão – Associação de Gestão de Resíduos e a ERP Portugal. São entidades gestoras do sistema integrado de REEE (resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos) e de RPA (resíduos de pilhas e acumuladores) e gerem a recolha e encaminhamento para reciclagem das nossas lâmpadas usadas.


Por todo o país existem locais de recolha exclusivos para lâmpadas presentes em inúmeros supermercados e grandes superfícies de fácil acesso à população.


A Rede Eletrão abrange lâmpadas fluorescentes, tubulares, ultravioletas e compactas, de descarga de vapor de sódio, vapor metálico, vapor de mercúrio, LED e Xénon.


Assim já não tem desculpa para continuar a deitar fora as suas lâmpadas de forma incorreta, que podem colocar a sua saúde e dos outros em risco, assim como prejudicar o nosso meio ambiente.



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo