• Tromilux

Descubra a iluminação mais adequada para cada divisão da sua casa

A iluminação ideal para sua casa é um aspeto fundamental do ambiente que pretende criar. No entanto, cada divisão tem uma função diferente e é importante adaptar a iluminação à funcionalidade de cada espaço. Mas fazer tudo isto e ter um resultado harmonioso pode parecer uma tarefa demasiado complexa. Mas não se preocupe, no artigo de hoje vamos dar-lhe dicas valiosas, que lhe vão ajudar neste processo.


Sala


A sala é, geralmente, o coração da casa, onde se vivem momentos de convívio e descontracção. O local preferido para relaxar a ler ou ver televisão, mas também para fazer as refeições em família, a iluminação da sua sala não pode ficar para segundo plano.


Para além dos candeeiros de teto, utilize candeeiros de mesa e candeeiros de pé espalhados cuidadosamente pela divisão, obtendo assim uma atmosfera acolhedora, enquanto garante o conforto visual dos habitantes.


Para obter uma sensação de tranquilidade e conforto, é recomendada a escolha de uma iluminação num tom mais amarelado, ou branco quente, entre os 2500K e os 3500K.



Cozinha


A iluminação das cozinhas deve ser extremamente bem planeada devido às várias tarefas, por vezes minuciosas, que lá se executam. De facto, a cozinha é uma das divisões da casa que precisa de mais iluminação.


Para além da iluminação geral, que deve acompanhar a divisão, é fundamental também iluminar a zona de trabalho, neste caso o balcão, o fogão e o lava-louça, de forma adequada.


Visto tratar-se de uma zona que requer alguma atenção na execução das tarefas, recomenda-se a utilização de uma lâmpada com a temperatura de cor 4000K a 4500K, mantendo assim a divisão em tons de branco neutro.


Quarto


O nosso quarto é onde nos refugiamos ao final do dia para recarregar baterias, portanto a iluminação selecionada deve ajudar a contribuir para um espaço relaxante e sem stress.


Para além da iluminação geral (candeeiros de teto) é importante ter pontos de luz mais focados, como na zona das mesinhas de cabeceira ou do guarda-roupa. Todos os pontos de iluminação no quarto deverão ser pensados de forma a que possam ser desligados diretamente da cama.


Mais uma vez, e visto que se pretende obter uma sensação de aconchego e relaxamento neste espaço, deverá ser selecionada iluminação em tom branco quente, nomeadamente através da escolha de lâmpadas com a temperatura de cor entre os 2500K e os 3500K.



Quarto de Banho


É bastante frequente encontrar quartos de banho apenas com iluminação geral, ou seja, um candeeiro de teto ou focos encastrados. No entanto, também nesta divisão é fundamental conjugar iluminação geral com iluminação secundária, colocada em pontos estratégicos mediante as necessidades dos utilizadores. Por exemplo, normalmente é bastante útil a colocação de um espelho com iluminação como este para facilitar a rotina matinal.


No entanto, o principal aspeto a ter em consideração durante o planeamento da iluminação de um quarto de banho é provavelmente se o índice de proteção (IP) das peças é adequado para a zona em que vão ser colocadas. Por exemplo, a iluminação geral no teto necessitará no máximo de um IP44. No entanto, uma zona perto da banheira ou do duche necessita de um IP65. Já na zona da banheira ou do duche é recomendável um IP67, para que os produtos estejam totalmente protegidos de água direta.


Como se trata de um espaço de maior concentração e atenção, também é recomendada a utilização de uma luz num tom branco neutro, entre 4000K e 4500K.



Zonas de Passagem (Hall e Corredores)


Para além de serem zonas de passagem, corredores e hall de entrada, necessitam de uma iluminação cuidada da mesma forma que as restantes divisões de sua casa. Para auxiliar a circulação nestes espaços, deve ter um ou mais pontos de luz.


Existe à escolha uma grande variedade de aparelhos de iluminação adequados para iluminar corredores, como luminárias encastradas, de parede, salientes, e suspensas. Para além das luminárias suspensas poderem ajudar a destacar o seu corredor, em casas que não tenham tetos altos, este género de luminárias podem diminuir o espaço e até criar uma sensação de claustrofobia.


Neste género de espaços poderá fazer sentido a instalação de luminárias com detetores de presença, que acendem e desligam as luzes de maneira automática, à medida que pessoas entram e saem da divisão.


Em termos de temperatura de cor, não é recomendada a utilização de tons demasiado frios, para não tornar o espaço impessoal.



Veja alguns dos nossos projetos residenciais aqui.



O que achou deste artigo?

Ainda tem dúvidas sobre de que forma deve iluminar cada zona da sua casa?

Diga-nos tudo nos comentários!


  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
iluminação portuguesa fabricante nacional tromilux logo